0

Pedra na Vesícula – Saiba mais

A vesícula é uma pequena bolsa com cerca de 7 a 10cm de comprimento que armazena a bile, uma substância produzida pelo fígado que contém água, colesterol e sais biliares e é liberada no intestino [...]


A vesícula é uma pequena bolsa com cerca de 7 a 10cm de comprimento que armazena a bile, uma substância produzida pelo fígado que contém água, colesterol e sais biliares e é liberada no intestino após as refeições. É conectada ao fígado e ao duodeno, através do trato biliar. A bile ajuda na digestão de gorduras.

Durante as refeições, as paredes da vesícula absorvem o líquido da bile, fazendo com que fique mais concentrada, com menor quantidade de água. Através deste processo é que também começam a se formar os cálculos biliares ou pedras na vesícula, ou se a concentração de algum dos componentes da bile estiver muito alta.

pedra-na-vesicula-saiba-mais

As pedras podem ter vários tamanhos e formas e podem causar inflamação se não forem tratadas.

É uma doença de nome pouco conhecido, chamada colelitíase, que afeta 20% da população. Estas pedras são formações duras, dentro da vesícula ou nos canais biliares.

A doença tem predomínio entre 10 a 20% dos adultos com idade entre 35 e 65 anos, principalmente entre mulheres que estiveram grávidas e entre os que têm excesso de peso. O número, cor, tamanho e forma das pedras variam. Podem ser desde o tamanho de um grão de areia, até 15cm.

Alguns casos de cálculos biliares podem ser assintomáticos, mas há casos que provocam dor intensa, que normalmente aparece meia hora após uma refeição, fica intenso e depois diminui. Pode ser acompanhado de febre, enjoos e vômitos. Deve ser tratado rapidamente, pois pode trazer complicações, causando uma inflamação devido às bactérias que costumam infectar o resto de bile que fica “preso” ali devido às formações que impedem sua saída.

Há muitos fatores que podem ser a causa deste problema. Entre eles, alimentação rica em gordura e carboidratos e pobres em fibras, vida sedentária, diabetes, hipertensão, obesidade, fumo e até mesmo predisposição genética.

 

pedra-na-vesicula

Um paciente pode desenvolver várias pedras na vesícula.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico é feito através de ultrassonografia. O tratamento consiste no uso de medicamentos que dissolvem os cálculos biliares, mas que podem durar anos até que as pedras sejam dissolvidas, e a maioria dos pacientes voltam a ter o problema em um intervalo de 5 anos. Porém, há muitos casos em que é necessária retirada da vesícula através de cirurgia, chamada de colecistectomia. Esta cirurgia pode ser feita através de laparoscopia ou cirurgia tradicional, porém, a laparoscópica é mais utilizada. Ou ainda, há o tratamento por choques terapêuticos, que consistem em quebrar as pedras. A vesícula é um órgão importante, porém não é vital e a maioria dos pacientes consegue levar uma vida normal sem ela.

Você pode evitar os cálculos biliares

Ter uma dieta com pouca gordura e rica em fibras, procurar manter o peso ideal para seu tipo físico, não fumar, ajudam a evitar a formação das pedras na vesícula.

Veja também:

Pesquisas relacionadas recentes:

VESICULA pedra na vesicula pedras na vesícula pedra vesícula curar pedra na vesicula calculo biliar pedra na vesícula cirurgia tenho pedra na vesicula vesicula pedra vesícula biliar imagens fotos de cirurgia de visicula tudo sobre pedra na vesícula tudo sobre vesicula calculos na vesicula media tamanho fotos de pedra na vesicula vesicula pedras shake para quem tem problema de vesicula Quem nao tem vesícula pode tomar shake como e uma vesicula com pedras pedras da vesicula foto de v i s icula com pedra pedra na vesícula tratamento pedra de vesícula imagens vesícula imagens de pedra da vesicula VISICULA COM PEDRAS
Avalie Pedra na Vesícula – Saiba mais:
(6 voto(s). Média: 4,00 de 5)

Deixe um comentário




Se você quiser uma imagem para mostrar com seu comentário, crie seu Gravatar.